Alimentação E cARDÁPIO

alimentacao-escolar

A alimentação escolar é organizada e oferecida com base na Resolução nª 26/2013 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que estabelece as diretrizes para uma alimentação que contribua com a saúde das crianças, jovens e adultos da educação pública no Brasil.

Para escolas com atendimento como a nossa (pré-escola em período parcial e duas refeições – colação e almoço), a alimentação escolar tem como objetivo complementar pelo menos 30% das necessidades nutricionais diárias das crianças.

(Para saber mais sobre a Resolução nº 26/2013, clique AQUI.)

COMO ACONTECE EM SÃO BERNARDO DO CAMPO

Na rede municipal de ensino de São Bernardo do Campo, as escolas possuem diferentes tipos de cardápios, que variam de acordo com a modalidade de ensino (creche, pré-escola, fundamental, EJA) e com a demanda da comunidade.

Os cardápios são elaborados mensalmente por equipe técnica da Secretaria de Educação, que também é responsável pela contratação das empresas que prestam serviços e fornecem os produtos alimentícios, observando a sua boa procedência.

O preparo da alimentação é feito nas escolas pelas cozinheiras, que recebem treinamento para garantir a segurança alimentar das crianças. No preparo, por exemplo, são observadas normas e procedimentos padrões como atenção ao prazo de validade dos alimentos, estoque, higienização, adaptações para crianças com restrições alimentares que, por questões de saúde, não podem comer algum tipo de alimento, receita, manuseio… A cada refeição preparada, amostras são coletadas e devidamente guardadas para análises, se necessário.

Estes e outros procedimentos são feitos para garantir a segurança alimentar das crianças, por isso não é permitido às famílias enviarem doces, bolos, salgados, frutas, guloseimas ou quaisquer outros alimentos de casa para alimentação diária ou comemorações de aniversário nas escolas do município de São Bernardo do Campo.

A política de alimentação escolar do município é acompanhada e fiscalizada por meio do Conselho Municipal de Alimentação Escolar (CMAE), que possui representantes do poder público, dos educadores e dos municípes.

(Para saber mais sobre o CMAE, visite a página da Secretaria de Educação de São Bernardo do Campo, clicando AQUI)

COMO ACONTECE NA EMEB FERNANDO PESSOA

Almoo_2007_2
O “self-service” (crianças se servindo) é uma proposta de nossa escola há mais de 10 anos.

Como escola da rede municipal de ensino, a EMEB Fernando Pessoa segue as diretrizes, procedimentos e orientações determinadas pela Secretaria de Educação.

Na nossa escola as crianças têm dois momentos de refeição: a colação e o almoço.

É importante saber que colação é diferente do lanche. O lanche é um tipo de alimentação reforçada (por exemplo: pão com carne, pão com salsicha… acompanhados de suco ou frutas) que é ofertado nas escolas que não têm almoço no cardápio; a colação é um complemento do almoço, com apenas um tipo de alimento simples (leite, bolacha/ biscoito, fruta, bolinho, creme sensação…) e não tem como objetivo substituir o café da manhã ofertado pelas famílias em casa.

(Para ter acesso ao cardápio esolar de cada mês, a partir de junho até dezembro de 2018, clique AQUI.)

Dependendo da rotina definida para cada turma:

  • No horário da manhã, a colação é oferecida entre 8h10 e 8h55; o almoço é oferecido entre 9h50 e11h30.
  • No horário da tarde, o almoço é oferecido entre 13h10 e 14h50; a colação é oferecida entre 15h40 e 16h25.

A HORA DA REFEIÇÃO É MOMENTO DE APRENDIZAGENS

Todos os momentos e situações da rotina são planejados para favorecer as mais variadas aprendizages das crianças – os momentos de refeição também!

Assim, na alimentação diária, as crianças são acompanhadas por professoras, cozinheiras e auxiliares de limpeza, de educação ou estagiárias. As educadoras estimulam as crianças a experimentarem diferentes alimentos oferecidos no cardápio e a se servirem, buscando ampliar seu repertório alimentar e desenvolver sua autonomia e sua independência.

Em nossa escola, a criança tem respeitadas suas opções tanto na questão de se sentar à mesa com quem mais lhe agradar quanto a alimentar-se de acordo com a sua vontade ou necessidade dentro das possibilidades oferecidas.

Almoço_2015
Educadoras acompanhando o momento da refeição. 2015

A criança pode optar pela quantidade e tipo de alimento que deseja, sem imposições, mas contando com a orientação, o acompanhamento e estímulo dos educadores para aprender a se alimentar de forma saudável, fazendo uso de alimentos variados, experimentando novos sabores, evitando o desperdício e buscando alimentar-se com tranquilidade.

Além disso, em nosso Projeto Político-Pedagógico (PPP), temos outras orientações específicas aos diferentes conjuntos de educadoras para que possamos favorecer alimentação saudável e adequada, como as orientações abaixo, direcionadas às professoras, auxiliares em educação e estagiárias:

  • Construir parcerias com as famílias no sentido de informá-las sobre procedimentos que as crianças já conseguem realizar sozinhas no espaço escolar, solicitando incentivos às mesmas de forma a cada vez mais avançarem nesses aspectos;
  • Quando necessário, retomar as orientações com as crianças – antes de se dirigirem ao refeitório, ou durante o uso do mesmo;
  • Construir cardápio ilustrado com figuras, como mais uma forma de comunicação, socializando-o com as crianças;
  • Identificar através de figuras os locais para deixar os talheres, copos e pratos usados;
  • Estimular as crianças durante a brincadeira simbólica a brincar de comidinha utilizando alimentos reais ou simbólicos;
  • Oferecer às crianças (por meio de atividades permanentes, situações independentes, sequenciadas e projetos) informações sobre os porquês de uma alimentação saudável, estimulando a apreciação e a percepção dos cheiros e gostos;
  • Possibilitar às crianças a experimentação dos alimentos, de forma a conhecerem novos sabores e aprender a fazer uso de variados tipos de alimentos;
  • Orientar as crianças em relação à quantidade de alimentos a se servirem para que construam hábitos saudáveis de alimentação e, consequentemente, diminuindo o desperdício;
  • Manter-se atento ao ambiente do refeitório, auxiliando as crianças na resolução de possíveis conflitos;
  • Oportunizar às crianças a escolha de mesas e companhias durante as refeições.
2018-04-03 18.40.37
Infantil III D – 2018 (atividade que compõe projeto da turma sobre alimentação saudável)

OUTRAS INFORMAÇÕES SOBRE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

  • Para acompanhamento das famílias, afixamos uma cópia do cardápio no mural da entrada e o publicamos nas redes sociais da escola. Para acessar os cardápios, clique AQUI.
  • Eventuais de doações em razão de atividades coletivas externas ou com a comunidade escolar serão deliberadas oportunamente pelo Conselho de Escola, após consulta e autorização do Serviço de Alimentação da SE.
  • Caso a criança necessite de alimentação diferenciada por questões de saúde, a família deverá entregar à escola uma cópia do laudo/ atestado médico atualizado para que providenciemos as adequações junto ao serviço de merenda da Secretaria de Educação.

CARDÁPIO NA EMEB FERNANDO PESSOA

O cardápio escolar é definido pela Divisão de Alimentação Escolar da Secretaria de Educação e está sujeito a alterações ao longo do mês. Nesta página, publicaremos todos os cardápios a partir de fevereiro até dezembro de 2020. As atualizações serão feitas na primeira semana de cada mês.

Lembrando que para as crianças com restrição alimentar por motivos de saúde, a família precisa apresentar um laudo médico para que o Serviço de Alimentação faça as adequações no cardápio e as orientações necessárias à escola.

Você pode também acompanhar o cardápio do mês e obter informações importante sobre alimentação saudável pelo Portal da Secretaria de Educação de São Bernardo do Campo.

Lembrando, ainda, que o cardápio impresso é encaminhado todo início do mês 😉

CARDÁPIO DE MARÇO DE 2020

SBC_Cardapio_Emeb_Infantil_Fundamental_Almoco_e_Complemento_Março.2020

CARDÁPIO DE FEVEREIRO DE 2020

SBC_Cardapio_Emeb_Infantil_Fundamental_Almoco_e_Complemento_fevereiro_2020

Em razão dos horários reduzidos do período de adaptação, na primeira semana haverá alteração no cardápio, sem oferecimento de almoço.

RECEITAS QUE DÃO ÁGUA NA BOCA! 😋

Creme Sensação e “Danete” caseiro: fácil e rápido de fazer. As crianças adoram! Confira as receitas logo abaixo:

CREME_SENSAÇÃO

DANETE_CASEIRO_NOVO

%d blogueiros gostam disto: